Táxi aéreo autónomo Cora vai começar a transportar passageiros

2020-02-09
Fonte: Sapo Tek
Foto por: Kitty Hawk

O governo da Nova Zelândia e a empresa de mobilidade urbana aérea Wisk anunciaram a assinatura de um memorando de entendimento para arrancar com um programa-piloto de testes para um serviço de transporte de passageiros na região de Canterbury.

A Wisk é a empresa que deriva de uma joint venture entre a Boeing e a Kitty Hawk Corporation, a startup do fundador da Google Larry Page, responsável pela criação do Cora, o veículo autónomo voador que vai ser utilizado nos testes do serviço. Em outubro do ano passado, a empresa sucursal Zephyr Airworks para a Nova Zelândia, tinha fechado um acordo com a Air New Zeland e o governo do país, para uma parceria da construção do primeiro serviço deste segmento.
O anúncio foi reforçado pela Ministra da Investigação Científica e Inovação da Nova Zelândia, Hon Dr Megan Woords, salientando que o transporte de passageiros é o próximo passo nos testes de forma a ajudar a empresa a estabelecer-se como pioneira mundial da tecnologia no sector. A ministra partilha da visão da empresa em desenvolver soluções verdes de mobilidade, sem emissões, não só para a população local, como visitantes. A Nova Zelândia tem planos para se livrar totalmente do carbono em 2050.
A rota de transporte de passageiros de Canterbury será a primeira a nível mundial e arrancará assim que a empresa receber a certificação do Cora emitida pela autoridade da aviação civil da Nova Zelândia.
O veículo autónomo está equipado com um rotor de 12 lâminas, permitindo-lhe levantar voo e aterrar na vertical. Sendo totalmente elétrico, este pode voar entre 150 a 900 metros de altura e carregar dois passageiros a uma velocidade de cerca de 180 km/h para uma autonomia de 100 quilómetros.

Fevereiro 2020

Bookmark and Share