Uma Europa a várias velocidades no 5G

2019-11-07
Fonte: Expresso
Foto por: PixaBay by Pedexls

O ritmo de desenvolvimento da tecnologia de quinta geração (5G) é ainda incerto, mas a pressão que tem vindo a ser feita pelos operadores de telecomunicações sobre o regulador português das comunicações, a ANACOM, tem-se baseado nos avanços já visíveis em alguns países da Europa. Há países do Velho Continente que já deram passos assinaláveis no 5G e onde já está a haver uma comercialização do serviço - o que permite dizer que Portugal está a ficar atrasado na implementação desta tecnologia. Os operadores salientam o risco de o país se atrasar uma revolução tecnológica que irá ter um forte impacto na economia. Ainda esta semana o presidente da Altice Portugal disse à agência Lusa que este ano 60 redes de 5G estarão ativas na Europa e “Portugal não será uma delas”, o que demonstra que o país “está a ficar para trás”.

Um estudo feito pela consultora IDATE Digiworld para a Comissão Europeia (CE) apontava o estado da arte em setembro no que diz respeito aos países da União Europeia - e a conclusão é que já havia oito países que se destacavam com serviços 5G. Ainda nesse mês, a 14 de setembro, a CE lançou o ‘Plano de Ação do 5G’ para acelerar os esforços de criação de infraestruturas e serviços de quinta geração já em 2020. E também para assegurar uma cobertura generalizada em 2025, definindo um calendário para o investimento público e privado nesta área.
Os operadores móveis europeus, mostra o estudo, têm estado a trabalhar nos últimos dois anos com fabricantes de equipamentos em vários testes ao 5G. “No final de setembro de 2019 era evidente que os operadores europeus estavam fortemente envolvidos nos testes ao 5G.” Estavam então referenciados 165 testes nos 28 países da União Europeia — os operadores portugueses também já fizeram testes pilotos, e na semana passada a NOS pôs a funcionar uma rede de 5G na cidade de Matosinhos. Houve 37 testes em países como a Rússia, a Turquia, San Marino, Suíça e Noruega.
Os equipamentos 5G estão a dar os primeiros passos, mas já há alguns no mercado. No segundo e terceiro trimestres deste ano começaram a ser vendidos telefones 5G, o que levou muitos operadores a preparar o lançamento de serviços comerciais, que passaram a estar disponíveis em algumas cidades europeias. Alemanha, Áustria, Espanha, Estónia, Finlândia, Irlanda, Itália e Reino Unido são os países que já tinham serviços 5G a 30 de setembro.
Em alguns deles já há mesmo três operadores com ofertas. É o que acontece no Reino Unido. Em Itália e na Alemanha há dois operadores com ofertas. A Vodafone, o segundo maior operador da Europa, já tem operações comerciais na Alemanha, Espanha, Itália, Irlanda, Reino Unido e Hungria.
A estreia fez-se na Finlândia e na Estónia. Foi lá que houve os primeiros lançamentos comerciais, através do operador Elisa, primeiro com o lançamento da rede, em junho de 2018, e depois a totalidade dos serviços móveis em junho de 2019. Seguiram-se a T-Mobile Austria e a EE em maio deste ano, a Vodafone em Itália, em Espanha, Reino Unido e a Telecom Itália em junho. A T-Mobile e a Vodafone na Alemanha avançaram em julho e a Vodafone na Irlanda e a Three UK no Reino Unido em agosto.
Nos EUA o lançamento comercial do 5G começou com a Verizon (entre outubro de 2018 e abril de 2019). Seguiu-se a AT&T (dezembro de 2018 e junho de 2019), a Sprint em maio de 2019 e a T-Mobile em julho de 2019.
A nível mundial a Coreia do Sul é, muitas vezes, apontada como o país mais avançado: o serviço para clientes empresariais foi disponibilizado em dezembro de 2018 e para os residenciais em abril deste ano — um lançamento feito em simultâneo pelas três operadoras móveis do país. E a adesão tem sido muito rápida: em seis meses mais de 3,5 milhões de pessoas passaram a usar o 5G. A China e o Japão também têm estado bastante ativos, com lançamentos previstos para este ano ou no próximo. Outros países que já deram passos significativos no 5G são a Austrália, o Bahrain, o Qatar, o Kuwait, o Lesoto, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos.

Novembro 2019

Bookmark and Share