Empresa da Visabeira compra prestadora de telecomunicações britânica

2018-11-18
Fonte: Jornal de Negócios
Foto por: Grupo Visabeira

Com esta aquisição, a Constructel, detida a 100% pela Visabeira, fica com projectos em carteira a executar nos próximos quatro anos no valor de 400 milhões de euros.

A Constructel, empresa do Grupo Visabeira, comprou a inglesa MJ Quinn. Esta aquisição segue a estratégia que a empresa de instalação de redes de telecomunicações e energia do grupo de Viseu tem implementado em vários mercados, que passa pela aquisição de empresas locais como base para o desenvolvimento de negócio.
Com esta compra, a Constructel, com sede em França, fica com projectos em carteira a executar nos próximos quatro anos no valor de 400 milhões de euros, segundo o comunicado emitido pela empresa. O valor do negócio não foi revelado, mas segundo disseram ao Negócios fontes próximas do processo foi de 35 milhões de euros.
Nuno Marques, Presidente Executivo do Grupo Visabeira, sublinhou que estão muito entusiasmados com a aquisição da MJ Quinn, uma vez que foi estratégica para o processo de consolidação da Constructel na Europa e, em particular, no mercado do Reino Unido. "A cultura corporativa e a visão de negócios de MJ Quinn estão muito alinhadas com as da Constructel e procuraremos o crescimento sustentável da empresa, tendo como foco, sobretudo, a satisfação dos seus clientes", refere.
Já Mike Quinn, que se manterá como CEO da prestadora de serviços na área de telecomunicações britânica, adiantou que "a empresa se encaixa perfeitamente com a Constructel". "O apoio do Grupo Visabeira permitirá alcançar os nossos objectivos de estabilidade e crescimento estratégico para o futuro", acrescentou o líder da MJ Quinn, com sede em Liverpool e que emprega mais de 2 mil pessoas.
As operações da Constructel na Europa concentram-se em França, Alemanha, Bélgica, Dinamarca e Itália. A empresa da Visabeira tem contratos com os principais operadores de telecomunicações e energia como a France Telecom (Orange), EDF (Electricité de France), GDF (Gaz de France), Belgacom (Proxymus), Deustsche Telekom (Alemanha), ENEL (Itália), TDC (Dinamarca), British Telecom (Reino Unido), Huawei e Ericsson, lê-se no mesmo comunicado.
Até ao presente, a Constructel distribui e entregou fibra a mais de 7,5 milhões de lares em toda a Europa.

Outubro 2018

 

Bookmark and Share