Escolas, mercados e hospitais de Moçambique com acesso à Internet graças a projeto português

2018-10-10
Fonte: Jornal económico
Foto por: Wikipedia

O objetivo é estender a iniciativa ao resto do país e criar uma rede global de aldeias digitais através da Internet de banda larga.

No início deste mês os investigadores do centro de investigação Fraunhofer AICOS viajaram até Mocuba e Alto Molócuè, no norte de Moçambique, onde instalaram a primeira rede SV4D (Sustainable Villages for Development / Aldeias Sustentáveis para o Desenvolvimento), criando praças digitais em locais como escolas secundárias, universidades, autarquias locais e até mercados.
O objetivo é estender a iniciativa ao resto do país e criar uma rede global de aldeias digitais através da Internet de banda larga.
Durante a viagem, a equipa do Fraunhofer AICOS instalou hardware e software customizado às necessidades destas comunidades, adaptando a tecnologia existente.
Ao tirar partido das infraestruturas existentes, às quais foi acrescentado um sistema que simula conectividade permanente, o projeto SV4D permite que a informação “salte de dispositivo em dispositivo” até que chegue a uma área conectada onde possa ser encaminhada para seu o destino final.
Em Mocuba, foram criadas praças digitais na Faculdade de Engenharia Agronómica e Florestal (Campus de Nacogolone – UNIZAMBEZE), no Instituto Agrário de Mocuba, na Escola Secundária de Mocuba, no Hospital Distrital de Mocuba, e nos edifícios da Administração do Distrito e Conselho Municipal.
Em Alto Molócuè, há neste momento pessoas ligadas à rede na Escola Secundária Geral da Pista Nova, no Instituto de Formação de Professores de Alto Molócuè, no Mercado Central, e igualmente em edifícios da Administração do Distrito e Conselho Municipal.
Liderado pelo Fraunhofer AICOS, este projecto conta com o apoio do FSAU – Fundo do Serviço de Acesso Universal do INCM – Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique, e da ARCTEL-CPLP – Associação de Reguladores de Comunicações e Telecomunicações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Setembro 2018

Bookmark and Share