Legislação sobre notícias falsas divide opiniões no Congresso

2018-07-12
Fonte: Jornal do Brasil
Foto por: Wikipedia/ Mario Roberto Duran Ortiz

A preocupação com as chamadas notícias falsas também mobilizou parlamentares dos mais variados partidos. Tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado Federal, foram apresentadas iniciativas buscando alterar legislações como o Código Penal e o Marco Civil da Internet para instituir formas de coibir a disseminação de conteúdos falsos e punir responsáveis, dos que elaboram aos que compartilham. Mas as propostas estão longe de serem consensuais dentro do Parlamento.

Boa parte dos projetos apresentados propõe regras de dois tipos: ou criminalizam os usuários que produzem ou difundem as chamadas notícias falsas ou impõem às plataformas digitais (como Facebook, Google e Instagram) a obrigação de fiscalizar o conteúdo que circula em seu interior, sujeitando essas empresas a multas caso não removam mensagens falsas ou consideradas prejudiciais. Em regra, alteram leis como o Código Penal, o Código Eleitoral e o Marco Civil da Internet.
Há polémicas em relação às duas soluções. No caso da criminalização (...)

A AICEP esteve presente na MOZTECH 2018

2018-06-15
Fonte: AICEP
Foto por: AICEP

Realizou-se em Maputo, nos dias 9, 10 e 11 de maio de 2018, a 5.ª edição da MOZTECH, a maior feira de tecnologias de informação e comunicação de Moçambique, que visa colocar a tecnologia ao serviço do desenvolvimento daquele país e que teve este ano como tema “Construção de uma Sociedade do Conhecimento Hiperconectada”.

A MOZTECH tem como objetivos principais:
• Fomentar a cultura tecnológica como pilar para o crescimento e desenvolvimento económico em Moçambique.
• Criar um espaço de debate, interação e troca de experiências entre os diferentes sectores da sociedade.
• Proporcionar às instituições públicas e privadas um espaço para networking e oportunidade de negócio.
• Reconhecer instituições, empresas ou pessoas singulares que contribuíram para o desenvolvimento tecnológico de Moçambique e potenciar o empreendedorismo (...)

A AICEP esteve presente na Assembleia-Geral da CE-CPLP

2018-06-15
Fonte: AICEP
Foto por: AICEP

Representada pelo seu Secretário-Geral, Dr. Rui Marques, a AICEP esteve presente na Assembleia-Geral Ordinária da Confederação Empresarial da CPLP (CE-CPLP) que se realizou no dia 8 de maio de 2018, em Maputo (Moçambique).

Na agenda de trabalhos estava incluída a leitura, análise e aprovação da Acta da última reunião da Assembleia-Geral da CE-CPLP; a informação da adesão de novos Membros da Confederação Empresarial da CPLP e a Análise e Aprovação dos Relatórios de Contas e Atividades do ano de 2017.
Para além destes pontos, o Secretariado-Geral da CE-CPLP deu informações sobre a evolução da implementação das decisões e recomendações da Reunião Ordinária de Direção da referida Confederação Empresarial e da atual situação de regularização (...)

Estudo mostra trending topics do ecommerce no primeiro trimestre de 2018

2018-06-15
Fonte: E-commerce Brasil/ Jornal de Negócios

O mercado de e-commerce continua a ganhar destaque na economia brasileira e deve crescer 12%, movimentando R$ 53,5 mil milhões em 2018. As projeções são do relatório Webshoppers 37, divulgado pela Ebit. Mais de 60 milhões de consumidores farão compras online este ano, impulsionando o setor.

Para acompanhar as tendências desse segmento durante todo o ano, a Nuvem Shop acaba de realizar um levantamento que destacou os números do comércio eletrónico referentes ao primeiro trimestre de 2018. Os dados levantados permitem avaliar os trending topics do setor entre janeiro e março de 2018 e analisar o desempenho de cada nicho de mercado. Os resultados foram extraídos da base de lojistas que utilizam a plataforma de serviços de e-commerce da Nuvem Shop, que possui mais de 18 mil lojas movimentando o mercado online atualmente.

A penetração de assinaturas de telecomunicações móveis em Angola chegará a 72% até 2023

2018-06-14
Fonte: Africa business chief

De acordo com a Global Data, empresa de dados e análises, a penetração de assinaturas de telecomunicações móveis em Angola atingiu 43% no final de 2017.

A penetração média de assinaturas móveis na África Subsaariana atingiu 73% no período analisado.
A empresa previu que, até 2023, as assinaturas móveis de Angola corresponderão quase à média da região, atingindo 72% das pessoas.
O Presidente do país, João Lourenço, anunciou que pretende transformar a economia de Angola, incluindo o setor de telecomunicações.
O setor de telecomunicações do país é dominado pela Unitel, que detém 70% da participação no mercado de assinaturas.

Junho (...)

Inteligência artificial: inovações B2B para a área de compras e suprimentos

2018-06-14
Fonte: E-commerce news

Considerada a tecnologia mais importante da nossa geração, a Inteligência Artificial (IA) é a grande responsável pela transformação de todas as esferas da vida atual. Dela surgiram assistentes virtuais, capazes de entender e resolver questões de usuários e consumidores, veículos autônomos, que dispensam motorista, e até mesmo implantes, que atendem necessidades diferentes do corpo humano.

Cada vez mais madura, a tecnologia cognitiva tem explorado novas possibilidades para máquinas e seres humanos trabalharem juntos e vencerem desafios antes intransponíveis, transformando também a forma como enxergamos o trabalho. Na esfera dos negócios, essa inteligência consegue capturar dados para produzir análises mais assertivas, identificar oportunidades e gerar benefícios para todos os envolvidos. A previsão do Gartner é de que 85% das interações de consumidores serão geridas pela inteligência artificial até (...)

Cabo Verde já investiu 14,5 ME para ter Televisão Digital Terrestre

2018-06-14
Fonte: Diário de Notícias
Foto por: Photo by Tim Mossholder from Pexels

Cabo Verde já investiu 14,5 milhões de euros para implementar a Televisão Digital Terrestre (TDT), anunciou o Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas cabo-verdiano, sustentando que esse valor precisa e pode ser rentabilizado com novos negócios.

"O principal mecanismo de negócios vai ser sempre a venda de conteúdos em plataformas digitais, nacional e internacionalmente. Creio que, se a TDT conseguir, nos próximos tempos, atingir a nossa comunidade emigrada, através da venda de conteúdos segmentado, teremos uma boa parte do nosso investimento a médio e longo prazo garantido", disse Abraão Vicente.
O Ministro cabo-verdiano falava, na cidade da Praia, na inauguração da sede e da apresentação dos órgãos sociais da Cabo Verde Broadcast, empresa pública criada pelo Governo para (...)

Moçambique: Governo está atento aos crimes cibernéticos

2018-06-14
Fonte: ANGOP

O Ministro moçambicano da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional, Jorge Nhambiu, assegurou, no passado dia 31 de maio, que o Governo está a trabalhar árdua e continuamente para prevenir e combater os crimes cibernéticos, através da capacitação de técnicos de todas as instituições públicas.

O Ministro falava aos jornalistas, à margem das XI Jornadas Científicas e Tecnológicas de Moçambique e V Regionais, um evento de dois dias, em curso na cidade de Pemba, capital da província setentrional de Cabo Delgado.
A segurança cibernética revela-se importante para qualquer Estado, sobretudo numa altura em que a vida moderna está cada vez mais ligada e dependente das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), uma visão global que se torna um fator-chave para o desenvolvimento económico e social.
O governante explicou que (...)

Vai haver novas regras para os conteúdos publicados nas redes sociais

2018-06-14
Fonte: SOL

O Ministro da Cultura de Portugal revelou, no passado dia 05 de junho, que as redes sociais e as plataformas de partilha de vídeos vão ter novas regras, respeitando a nova diretiva europeia de serviços de audiovisual.

"Quanto às plataformas de partilha de vídeos e às redes sociais, passam a ter um quadro normativo que vai além das regras aplicáveis aos serviços de comércio eletrónico e que abrange domínios como a proteção de menores, proteção dos consumidores, proibição do incitamento ao ódio e à violência, bem como restrições a certas comunicações comerciais como o tabaco e os medicamentos", disse Luís Castro Mendes, durante uma audição regimental na comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.
Mas o (...)

Marketplace é estratégia para desenvolver e-commerce em África

2018-05-07
Fonte: Alice Wakai para E-Commerce Brasil
Foto por: Cortesia de Stuart Miles em FreeDigitalPhotos.net

As pequenas e médias empresas e a criação de novos empregos inclusivos estão a crescer em África. Muitas iniciativas representam um pouco mais que a metade dos empregos na África, incentivando a demanda para novos produtos e serviços.

O e-commerce é a porta de entrada para os empreendedores africanos no mercado global, com margens altas de lucro, ajudando diretamente tanto compradores quanto vendedores, sem a necessidade de passar por custos intermédios.
Vender produtos e serviços para consumidores de forma global exige mais do que conexão de internet e acesso à tecnologia. Sem as habilidades adequadas, inclusive aquelas de domínio tradicional como marketing, pagamentos, logística, sem as quais, empreendedores provavelmente não conseguirão ser bem-sucedidos em um (...)