500 Anos do Correio em Portugal

2020-11-11
Fonte: CTT – Correios de Portugal
Foto por: CTT – Correios de Portugal

A 6 de novembro de 1520, em Évora, o Rei D. Manuel I assinou a nomeação oficial de Luís Homem como o primeiro Correio-mor de Portugal.

Esta data ficou para a história como o início da aventura da atividade organizada de correio em Portugal. Para comemorar os 500 anos deste momento histórico, os CTT prepararam três iniciativas, ajustadas, naturalmente, à situação pandémica que se vive atualmente:
Exposição do Mural dos Colaboradores dos Correios no átrio do edifício sede da empresa, em Lisboa, e na entrada das suas instalações na Maia, no norte do país.
Cerimónia evocativa dos 500 Anos do Correio em Portugal na Torre de Tombo, em Lisboa, com a presença, entre outros convidados, do Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, do Secretário de Estado das Comunicações, Hugo Santos Mendes, do Diretor-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, Silvestre Lacerda, do Presidente da ANACOM, João Cadete de Matos, do Presidente do Conselho de Administração dos CTT, Raul Galamba de Oliveira, e do Presidente Executivo dos CTT, João Bento.
Na Torre do Tombo está em exposição a Carta Régia, publicada por D. Manuel I, a 6 de novembro de 1520, que criava o ofício de Correio-mor, um serviço público que qualquer cidadão podia utilizar mediante o pagamento de uma quantia.
Lançamento da Emissão Filatélica “É Tempo de Esperança” para comemorar os 500 anos, e no contexto da atual pandemia, esta emissão filatélica pretende mostrar que a esperança no futuro é imprescindível.
A emissão tem uma inserção em grafeno, uma inovação absoluta a nível mundial. O bloco conta também com uma gravação do poema «Contágio» da autoria do médico-escritor Miguel Torga.
Esta emissão tem o valor de 5,00€ e uma tiragem limitada a 50 000 exemplares. A ilustração esteve a cargo de João Machado.
Outras iniciativas já realizadas em 2020 foram:
Livro comemorativo dos 500 anos do Correio em Portugal
Lançada no dia 9 de outubro, esta edição surge com o propósito de comemorar um acontecimento ímpar e também colmatar uma lacuna que se fazia sentir há bastante tempo, oferecendo à população e aos investigadores o conhecimento da história de uma infraestrutura desde sempre considerada fundamental ao desenvolvimento do País. Ao revelar 500 anos de história pretende-se revelar a forma como os serviços postais responderam às mais diversas solicitações que a sociedade colocava em cada momento histórico.
A obra é da autoria de Fernando Moura, que esteve ligado aos CTT durante cerca de quatro décadas, inicialmente no Museu dos CTT e, depois, na Fundação Portuguesa das Comunicações, local onde se encontra preservada e disponibilizada, para o grande público, a memória do setor das comunicações.
Limitada a 4.500 exemplares numerados, contém os 5 grupos da emissão dos 500 Anos do Correio em Portugal.
Emissão Filatélica “500 Anos do Correio em Portugal” - um louvor aos colaboradores dos Correios
Em 2020, os CTT lançaram a emissão que é um louvor aos colaboradores dos correios e a todos os outros que, de todas as outras áreas de atividade, nunca deixaram de trabalhar para que o mundo continue a girar.
Sobrescrito Moeda
Algumas das grandes instituições nacionais decidiram celebrar este aniversário com os CTT. Foi o caso da Imprensa Nacional - Casa da Moeda que emitiu uma moeda comemorativa dos 500 Anos do Correio em Portugal.
Obrigado, Portugueses!
Para comemorar estes 500 anos a unir os portugueses, os CTT emitiram uma edição especial, que ofereceu a todos os portugueses. A emissão tem o valor de uma franquia postal para um sobrescrito de até 20g, para Portugal. É a sua forma de dizer “Obrigado, portugueses, por 500 anos de confiança”.
Todos estes produtos comemorativos dos 500 Anos do Correio em Portugal encontram-se disponíveis para compra na Loja Online dos CTT.

Novembro 2020

Bookmark and Share