Rede Vodacom anuncia 5 grandes objetivos para os próximos cinco anos

2020-09-06
Fonte: Vodacom
Foto por: Vodacom

Para além da expansão da rede, estão em vista outros grandes projetos inovadores e sociais, com o Propósito de manter a sua posição no mercado das comunicações, em resposta à exigência dos moçambicanos.

No quadro dos seus objetivos para os próximos cinco (5) anos, a Vodacom anunciou, no passado dia 31 de Agosto, em Maputo, um projeto de expansão da sua rede, para garantir o acesso dos seus serviços a pelo menos 21 milhões de moçambicanos, até ao ano 2025. A expansão da rede é parte dos cinco grandes objetivos da Vodacom definidos para o próximo quinquénio, contribuindo para o desenvolvimento do País e para a melhoria da vida dos moçambicanos.
Dentro dos objetivos da Vodacom, a responsabilidade social está na linha da frente, daí que a operadora vai lançar no período em referência um programa de melhoria de 500 escolas, mantendo assim o seu compromisso de investimento social na educação, integrado no programa “Vodacom Faz Crescer”, uma iniciativa virada à inclusão digital da educação no País e apetrechamento de bibliotecas escolares.
“Ao longo dos últimos meses, temos estado a trabalhar no nosso Propósito enquanto organização, que se fará sentir através do alcance de objetivos concretos e ambiciosos nos próximos anos. Este exercício foi feito a nível interno, mas colhemos a opinião dos nossos Clientes e parceiros de negócio, para perceber quais os seus sonhos e ambições, as suas frustrações e, acima de tudo, que desafios sociais precisam de maior apoio, para que todos nós possamos ter acesso a mais oportunidades”, disse Nuno Quelhas, Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Vodacom, sobre os objetivos ambiciosos que norteiam a Vodacom no processo de melhoria da vida dos moçambicanos.
Adiante, Quelhas anotou que, como forma de reconhecer o talento e profissionalismo dos colaboradores da Vodacom, bem como a necessidade de garantir o equilíbrio de género, nos próximos cinco anos, cerca de 80 por cento das nomeações e promoções serão internas e 40 por cento dos colaboradores serão mulheres.
Sobre a promoção das novas tecnologias, a Vodacom vai continuar a liderar o caminho da inovação, para a melhoria da vida de todos e crescimento do país. “Para isso, definimos o objetivo de lançar uma inovação tecnológica ambiciosa, todos os anos, começando desde já. Vamos lançar o Projecto Loon, um projeto de parceria entre a Loon e a Vodacom que visa levar Internet de alta velocidade a zonas de difícil acesso, através de balões equipados com tecnologia 4G. Em 2021, iremos criar a nossa primeira Vila Digital, um modelo que pretende reinventar a conectividade no meio rural moçambicano”.
Por outro lado, a Vodacom defende o aprimoramento da inclusão financeira dos moçambicanos, pois acredita que o acesso a serviços financeiros é essencial para o crescimento do País. Para o alcance deste objetivo, a empresa vai continuar a desenvolver e alargar o serviço M-Pesa, que neste momento é usado para transações financeiras por mais de 4.6 milhões de moçambicanos, “queremos que todos os moçambicanos acima dos 16 anos estejam a usar esta ferramenta financeira nos próximos cinco anos e, dessa forma, facilitarmos a vida de mais pessoas”, assegurou o PCA.
Refira-se que, desde a sua implantação no mercado moçambicano das telecomunicações, a Vodacom trouxe os melhores produtos e serviços para os moçambicanos; esteve na dianteira no lançamento de novas tecnologias, como o 4G; procurou trazer serviços verdadeiramente transformacionais, como o M-Pesa; deu o seu contributo, apoiando na solução aos desafios sociais em áreas-chave, como Educação e Saúde; garantiu um serviço de assistência ao Cliente do topo, entre outras ações que contribuíram para que se tornasse, hoje, a marca de referência na indústria das comunicações em Moçambique.
O nosso Propósito é ligar-nos e permitir o crescimento de Moçambique. Esta é a razão da existência deste negócio e desta marca; conectar os moçambicanos, para que possam construir uma vida melhor. Este é o espírito que vai guiar a nossa marca e as nossas ações, todos os dias, bem como as decisões que tomarmos e os produtos que vamos desenvolver nos próximos tempos porque acreditamos que ligados temos tudo bom”, defendeu Nuno Quelhas.
Como forma de conectar-se aos moçambicanos, a Vodacom irá lançar uma nova campanha institucional, sob o tema “Ligados temos tudo bom”, que irá refletir aquilo que é o novo Propósito da companhia para os próximos 5 anos.
Atualmente, a Vodacom conta com uma carteira de Clientes estimada em cerca de sete milhões e quinhentas mil pessoas ligadas à rede em todo o País.
Principais Mensagens:
1. Até ao ano 2025, a Vodacom vai expandir a sua rede, abrangendo 21 milhões de moçambicanos;
2. Em 2021, será criada a Vila Digital, um modelo que pretende reinventar a conectividade no meio rural moçambicano;
3. Nos próximos cinco anos, serão alargados os serviços financeiros para todos os indivíduos acima dos 16 anos, através do M-Pesa;
4. Será lançado um programa de melhoria de 500 escolas até 2025, através do compromisso de investimento social da Vodacom, integrado na iniciativa “Vodacom Faz Crescer”;
5. Até 2025, cerca de 80% das nomeações e promoções na Vodacom serão internas. Ao mesmo tempo, de forma a garantir a equidade de género, 40% dos colaboradores serão mulheres.

Agosto 2020

 

Bookmark and Share