Governo moçambicano quer proposta de fusão de empresas de comunicações até final do ano

2018-09-07
Fonte: Diário de Notícias
Foto por: TDM/ mCel

 “A proposta está praticamente concluída", disse o Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, citado hoje pelo diário "O País".

O Governo tem encontros regulares com o Conselho de Administração das empresas que tem apresentado um nível de desenvolvimento alinhado com as expetativas, referiu.
Por outro lado, "o processo de fusão já está a ocorrer".
"As empresas só têm um único Conselho de Administração", exemplificou, acrescentado que "as próprias lojas já estão preparadas tecnologicamente para atender às atividades das duas empresas".
Mahomed Rafique Jusob foi nomeado há um ano como novo Presidente do Conselho de Administração com o objetivo de fundir as duas firmas.
A deliberação segue-se ao anúncio feito pelo Governo moçambicano em 2016, de proceder à fusão da operadora pública de telecomunicações móveis Mcel e da operadora pública de telefone fixo TDM.
A medida enquadra-se na reestruturação do setor público empresarial, face à situação financeira difícil em que a maioria das empresas públicas moçambicanas se encontra.
O Fundo Monetário Internacional (FMI) tem apontado a necessidade de o Estado moçambicano rever a sua carteira de participações, no âmbito das medidas de controlo do défice público.

Empresa estatal moçambicana de telefonia fixa e móvel empossa 13 novos diretores
A empresa Telecomunicações de Moçambique e Moçambique Celular (TDM/mcel) empossou 13 Diretores para a concretização da transformação e fusão das duas empresas estatais de telefonia fixa e móvel do país, refere hoje a nova companhia, em comunicado.
A nota diz que os novos Diretores foram selecionados através de um processo independente, conduzido por um painel constituído por quadros da TDM/mcel, profissionais de diversas empresas e instituições de renome nacionais e estrangeiras.
"Identificámos quadros com qualidade, talento e outras características, não só de caráter técnico, mas também de caráter humano, com integridade e probidade reconhecidas, que vão ajudar a levar a cabo a transformação e fusão das duas empresas", disse o Presidente do Conselho de Administração da TDM/mcel, Rafique Jusob.
Jusob considerou complexo o processo de restruturação e fusão das duas empresas, apelando à dedicação e entrega dos novos gestores.
"Os desafios são grandes, mas o maior é connosco próprios. É a entrega inequívoca e incondicional ao objetivo que foi definido para a reestruturação e fusão das duas empresas", acrescentou.
Rafique Jusob assinalou que o Conselho de Administração da TMD/mcel está comprometido com uma gestão dinâmica e transparente.

Agosto 2012

 

Bookmark and Share