Angola Telecom aposta na melhoria dos serviços

2018-07-12
Fonte: ANGOP
Foto por: Angola Telecom

O membro da Comissão de Gestão da empresa de telecomunicações Angola Telecom, Adilson Santos, afirmou no passado dia 6 de julho, no Sumbe, que a melhoria dos serviços de dados, voz e expansão da rede ao nível dos municípios constitui a grande aposta do sector.

O responsável que falava durante a cerimónia de apresentação do novo Diretor da Angola Telecom no Cuanza Sul, Hossi Francisco Alfredo, referiu que este é um desafio imposto no sentido de beneficiar a população usuária.
Reconheceu que actualmente a tarifa da telefonia móvel no país é alta, devido os factores que concorrem para a sua operacionalidade.
Na sua ótica, com a Lei da Concorrência em vigor, a situação pode mudar para melhor.
Temos a plena certeza que com a concorrência de mais empresas para o sector de telefonia móvel a situação de altas tarifas de pagamento do sistema de telefonia móvel pode melhorar”, reafirmou,
Acrescentando que é neste sentido que a Angola Telecom aspira entrar no sistema de telefonia móvel e outros serviços inovadores.
O actual Diretor que já desempenhou iguais funções em Banguela substitui António Baião, indicado para outros desafios a nível central.

Angola Telecom lança serviço em banda larga
A empresa angolana de telecomunicações Angola Telecom lançou, no passado dia 21 de junho, em Luanda, na Feira Internacional de Tecnologia de Informação e Comunicação "Angotic 2018", o serviço de Internet em banda larga sem fios denominado LTE.
A informação foi prestada à Angop, pelo Coordenador da Comissão de Gestão da empresa pública de telecomunicações angolana, Eduardo Sebastião, referindo que o referido serviço vai disponibilizar aos utentes 10 gigabytes de internet sem fio a baixo preço.
A fonte explicou que a entrada em funcionamento deste serviço e do Data Center já disponível trará vários benefícios para a população usuária, em termos de televisão, comunicação e maior acesso à internet.
Trata-se de um evento que pretende congregar cerca de duas mil individualidades, representantes de empresas públicas e privadas do sector das telecomunicações e das tecnologias de informação, meteorologia, serviços postais e estudantes, entre outros

Junho 2018

Bookmark and Share