A AICEP debateu em Lisboa, Luanda, Maputo, Praia e São Tomé “Fake news & fact checking – desafios à informação digital nos novos media”.

2017-10-10
Fonte: AICEP
Foto por: AICEP

"Fake News". Verdade ou mentira? Num mundo cada vez mais digital, o consumo de informação tem passado muito, nos últimos anos, pela Internet. E sempre a aumentar. No computador ou no telemóvel, estamos constantemente em contacto com o que se passa no globo. Seguimos, lemos, vemos e ouvimos mais notícias do que em qualquer outro momento da história. Com tudo o que de bom isso representa, mas também o mau.

Nesta conferência internacional realizada no passado dia 10 de outubro, avaliou-se, assim, a facilidade com que se propaga informação falsa. E com ainda mais facilidade com que essa informação é partilhada. Que efeito é que isso tem para a sociedade e para todos nós? Perante esta realidade, o que podem os jornalistas fazer para combater este "vírus" de informação falsa? Que cuidados devem ter? Que ferramentas temos para certificar a autenticidade do que é mostrado, dito, ou escrito? E numa altura em que a publicidade se transfere para os meios digitais, com empresas como a Google e o Facebook a receberam a maior parte do investimento, será que os meios tradicionais de comunicação social vão sobreviver? A falta de investimento está já a originar uma perda de qualidade?
Foi sobre tudo isto que Alexandre Brito, Jornalista, sub-diretor de informação e responsável pela área digital da RTP - Rádio e Televisão de Portugal conversou com a AICEP e os seus membros e partilhar o seu saber e experiência sobre este importante e muito oportuno tema.
Moderada por José Lopes de Araújo, Diretor Institucional da RTP – Rádio e Televisão de Portugal, esta conferência foi transmitida online para todo o mundo e entusiasmou o público presente no Auditório da RTP – Rádio e Televisão de Portugal, em Lisboa, no Auditório da ZAP, em Luanda, no Auditório do IFT/TDM, em Maputo, no Auditório da Unitel T+, na cidade da Praia, e no hotel Omali, em São Tomé, tendo permitido a todos os participantes oriundos das empresas operadoras de conteúdos, de telecomunicações e de correio e encomendas e dos órgãos reguladores, portugueses, angolanos, cabo-verdianos, moçambicanos e Santomenses, membros da AICEP, fazerem uma importante reflexão e intenso debate sobre um tema que não poderia ser mais oportuno para o setor das comunicações no atua contexto digital.

Poderá consultar a apresentação efetuada aqui.

Outubro 2017

Bookmark and Share