Painel "Estado e Tendências das Comunicações Lusófonas"

2017-05-18
Fonte: AICEP
Foto por: ECT - Correios do Brasil

Este último painel do XXV Fórum AICEP das Comunicações Lusófonas 2017, Moderado por Carlos Fino, Jornalista, Comunicador, ex-Correspondente Internacional da RTP e anterior Conselheiro de Imprensa da Embaixada de Portugal no Brasil, teve como como Oradores António Saize, Administrador-Delegado da Moçambique Celular; Daniel David, PCA do grupo SOICO de Moçambique; Fátima Oliveira, Chefe Funcional da Área Jurídica de Telecomunicações da Direção de Serviços de Correios e Telecomunicações de Macau; João Confraria, Professor na Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa e Administrador da Autoridade Nacional de Comunicações de Portugal; José Lopes Araújo, Diretor Institucional da RTP - Rádio e Televisão de Portugal; Júlia Ferreira, PCA dos Correios de Cabo Verde; Manuel António, Coordenador da Comissão de Gestão Interina da Angola Telecom; e Vivalde Cunha Resende, Superintendente Executivo da Vice-Presidência Corporativa da ECT - Correios do Brasil.

Neste último painel, os vários oradores tiveram a oportunidade de partilhar com todos os participantes o trabalho que cada uma das suas organizações está a fazer no contexto do digital, quais as suas preocupações, bem como os desafios, oportunidades e riscos que no seu entender o digital está a trazer, no contexto, designadamente socioeconómico, dos respetivos países e das necessidades específicas dos mercados em que operam e trabalham.
Os participantes puderam, assim, constatar que as organizações associadas da AICEP estão atentas ao processo de transformação digital que tem estado a acontecer a nível global e que não obstante os diferentes países terem diferentes estádios de desenvolvimento, em função das diferentes realidades socioeconómicas e prioridades, o processo de transformação digital vai fazer-se (nuns casos) e continuar a fazer-se (noutros casos) de forma diferenciada, no modo e no tempo.
Comum a todos foi o sentimento de enorme potencial das respetivas economias e de grande dinâmica dos respetivos mercados, o que permite às suas respetivas organizações encarar com confiança, motivação e determinação o seu futuro e o processo de transformação digital.

Bookmark and Share