Angola Cable expõe inovações em São Paulo

2017-10-09
Fonte: Jornal de Angola
Foto por: Angola Cable

A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, dedicada à comercialização de circuitos internacionais de voz e dados por cabos submarinos de fibra óptica, apresentou importantes novidades sobre os seus grandes projetos internacionais de telecomunicação na Futurecom 2017.

Para isso, a empresa contou com um stand de 50 metros quadrados na rua E12 e vai participar num painel dedicado ao tema cabos submarinos. O evento decorreu no Transamérica Expo Center, em São Paulo.
A rede de conectividade internacional da Angola Cables vai estar concluída com a entrada em serviço dos três sistemas submarinos que atravessam o Oceano Atlântico e os seus “datacenters” instalados em Luanda e Fortaleza. Os sistemas submarinos são compostos pelo WACS (West African Cable System), que atualmente conecta 11 países da costa ocidental (...)

Unitel assina acordos para alargar serviços

2017-10-09
Fonte: Jornal de Angola
Foto por: Unitel

A operadora de telecomunicações Unitel estabeleceu em agosto último dois novos acordos de parceria que permitiram alargar os seus serviços para o Burundi e Luxemburgo.

A instituição, em comunicado, indica que a operadora nacional através de um acordo com a operadora Orange fez chegar o serviço de roaming GPRS a Luxemburgo. Com esta parceria, a operadora nacional vai permitir aos seus clientes desfrutarem do serviço pré-pago quando viajarem para este destino europeu. Esta opção junta-se aos serviços de voz pós-pago e de camel pré-pago, também disponíveis em Luxemburgo.
No Burundi, a Unitel reforçou também o sinal do serviço pré-pago tornando-se agora parceira da operadora (...)

Cooperação a longo prazo: TDM-Mcel e EDM formalizam acordo

2017-10-09
Fonte: TDM
Foto por: TDM

As empresas de base tecnológica TDM - Telecomunicações de Moçambique, Mcel -Moçambique Celular e a EDM - Electricidade de Moçambique celebraram, no passado dia 2 de setembro, em Marracuene, na província de Maputo, um Memorando de Entendimento, para promover uma cooperação sustentável de longo prazo.

Com o ato, as partes acordaram desenvolver uma parceria, visando gerar um impacto significativo nas redes de telecomunicações, na inovação tecnológica e em serviços partilhados a beneficiar as três empresas.
Este memorando, com benefícios recíprocos, prevê o desenvolvimento de infraestruturas das telecomunicações em Moçambique, elevação do conhecimento e investimento e nas empresas, partilha de serviços tecnológicos, de formação, de administração e de logística, visando a eficiência operacional e o potenciar de investimentos, bem (...)

MCIC assina protocolo com a CVMóvel para promoção da Morabeza Festival

2017-10-09
Fonte: Governo de Cabo Verde

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) e a CVMóvel assinaram no passado dia 28 de setembro, neste Ministério, um protocolo de parceria, tornando a esta operadora de comunicação, parceiro Gold da Morabeza Festival.

O protocolo vem na sequência do plano de investimentos para o ano 2017/2018, que prevê um festival literário em Cabo Verde, no sentido de unir África, Europa, Ásia lusófona e América latina, através do programa de Promoção Nacional das Artes.
A Morabeza Festival Literário de Cabo Verde, uma iniciativa pioneira em Cabo Verde, prevista para acontecer de 30 de outubro a 5 de novembro, tem como objetivo a promoção da leitura e a escrita criativa.

Setembro 2017

 

Os principais desafios do novo presidente do regulador português das comunicações

2017-10-09
Fonte: Jornal de Negócios/ Expresso
Foto por: ANACOM

A elaboração de parecer, não vinculativo, da compra da dona da TVI pela Altice, a revisão das condições contratuais do serviço universal ou a análise do acesso à rede da Fibroglobal por todos os operadores são alguns dos dossiês que João Cadete de Matos terá em mãos durante o mandato.

Compra da Media Capital pela Altice
Um dos dossiês que o novo presidente da Anacom vai ter em mãos é a análise da compra da Media Capital pela Altice, dona da Meo. Apesar do parecer do regulador das comunicações não ser vinculativo, é obrigatório uma vez que se trata de uma operação de concentração de uma empresa do sector que regula. O parecer da Anacom será enviado à Autoridade da Concorrência que, a par com a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), têm voto decisivo. Revisão das condições do serviço (...)

Correios do Brasil lançam atendimento de saques e aportes em conta digital

2017-10-08
Fonte: ECT - Correios do Brasil
Foto por: ECT - Correios do Brasil

Os Correios passam a oferecer, a partir deste mês, um serviço de atendimento a clientes de conta digital e cartão pré-pago para realizar transações de aporte e saque em sua rede de atendimento. A primeira empresa a contratar a solução foi a conta.MOBI, uma startup fintech (empresa desenvolvedora de soluções tecnológicas voltadas para serviços financeiros). A parceria foi anunciada no passado dia 4 de outubrodurante evento realizado em Belo Horizonte (MG).

Inicialmente, as transações de aporte e saque estarão disponíveis, gratuitamente, na rede de atendimento dos Correios em Minas Gerais. Os próximos estados que oferecerão os serviços serão São Paulo e Rio de Janeiro, e, até o fim do ano, todas as agências postais do país estarão habilitadas.
Para o vice-presidente de Canais dos Correios, Cristiano Barata Morbach, a parceria com a conta.MOBI oferece soluções complementares ao cliente e consolida os Correios como um espaço de multisserviços. Para Morbach, apesar da crescente oferta de (...)

CTT assumem liderança mundial do setor com as suas metas carbónicas

2017-10-08
Fonte: CTT - Correios de Portugal
Foto por: CTT - Correios de Portugal

Os CTT viram aprovadas as suas novas metas de emissões carbónicas pela SBTi – Science Based Target Iniciative. No setor das empresas Postais e de Expresso, a nível mundial, apenas três, incluindo os CTT, estiveram à altura de assumir este compromisso. Destas três empresas, os CTT foram os únicos do seu setor à escala mundial, a fixar metas científicas, não só absolutas mas também relativas.

A SBTi é uma iniciativa conjunta de quatro das mais reputadas organizações internacionais ligadas à sustentabilidade e ao ambiente: o UNGC (UN Global Compact), o CDP (Carbon Disclosure Project), o WRI (World Resources Institute) e o WWF (World Wide Fund for Nature).
A abordagem da SBTi promove a fixação de metas baseadas nos conhecimentos científicos mais avançados, com o objetivo de manter o aumento da temperatura média global abaixo dos 2 graus centígrados. É a iniciativa empresarial mais ambiciosa no (...)

ANACOM lança campanha sobre as novas regras no âmbito das Diretivas RED e CEM

2017-10-08
Fonte: ANACOM
Foto por: ANACOM

A ANACOM lançou, no passado dia 28 de setembro de 2017, uma campanha informativa com o objetivo de divulgar, junto dos operadores económicos, os novos regimes legais aplicáveis a equipamentos de rádio e de comunicações eletrónicas, bem como à sua colocação e disponibilização no mercado.

Esta campanha pretende informar os operadores económicos (fabricantes, mandatários, importadores e distribuidores de equipamentos que utilizem o espectro eletromagnético) sobre as mudanças introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 57/2017, de 9 de junho, que transpõe a Diretiva 2014/53/UE, de 16 de abril (Diretiva RED - equipamentos de rádio), e pelo Decreto-Lei n.º 31/2017, de 22 de março, que transpõe a Diretiva 2014/30/UE, de 26 de fevereiro (Diretiva CEM – compatibilidade eletromagnética). A mensagem transmitida alerta para o facto de todos os (...)

João Cadete de Matos formalizado na liderança da ANACOM

2017-09-07
Fonte: Jornal de Negócios
Foto por: ANACOM

A publicação, em Diário da República, da resolução do Conselho de Ministros que nomeia o novo presidente do regulador, produz efeitos retroativos a partir de 15 de agosto.

O nome de João Cadete de Matos foi oficializado como novo presidente da ANACOM durante os próximos seis anos.
A resolução do Conselho de Ministros que dá luz verde ao nome do presidente foi publicada esta segunda-feira, 4 de setembro, em Diário da República.
"(...) o Conselho de Ministros resolve: (...) Designar, sob proposta do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, João António Cadete de Matos, por um mandato de 6 anos, para o cargo de presidente do conselho de administração da Autoridade Nacional de Comunicações, cuja (...)

Banco Postal de Angola ‘engorda’ património com a segunda unidade de negócio

2017-09-07
Fonte: Valor Económico
Foto por: Valor Económico

O Banco Postal prevê lançar, na primeira semana de setembro, a segunda linha de negócio da sua estratégia operacional, que privilegia o “comércio e empresários” e a formalização dos pequenos negócios, anunciou a administração da entidade, em nota enviada ao VALOR.

Denominada ‘Comércio e empresários’, a unidade de negócio é a segunda de um grupo de três, e propõe-se apoiar pequenos empresários das economias formal e informal e que “são marginalmente servidas por bancos e instituições de microfinanças”, de acordo com uma nota de apresentação do banco, que festejou o seu primeiro aniversário na semana passada.
Neste segmento, que segue ao Xikila Money – unidade de negócio do banco que permite pagar contas e fazer múltiplas operações a partir do telemóvel – o banco tem reservado (...)