A AICEP debateu em Lisboa, Luanda, Maputo, Praia e São Tomé “Fake news & fact checking – desafios à informação digital nos novos media”.

2017-10-10
Fonte: AICEP
Foto por: AICEP

"Fake News". Verdade ou mentira? Num mundo cada vez mais digital, o consumo de informação tem passado muito, nos últimos anos, pela Internet. E sempre a aumentar. No computador ou no telemóvel, estamos constantemente em contacto com o que se passa no globo. Seguimos, lemos, vemos e ouvimos mais notícias do que em qualquer outro momento da história. Com tudo o que de bom isso representa, mas também o mau.

Nesta conferência internacional realizada no passado dia 10 de outubro, avaliou-se, assim, a facilidade com que se propaga informação falsa. E com ainda mais facilidade com que essa informação é partilhada. Que efeito é que isso tem para a sociedade e para todos nós? Perante esta realidade, o que podem os jornalistas fazer para combater este "vírus" de informação falsa? Que cuidados devem ter? Que ferramentas temos para certificar a autenticidade do que é mostrado, dito, ou escrito? E numa altura em que a publicidade se transfere para os meios (...)

RTP ganha prémio de melhor canal generalista

2017-10-09
Fonte: RTP
Foto por: RTP

A distinção foi feita pela Meios & Publicidade, que elegeu a RTP1 como o melhor canal generalista da televisão portuguesa. É o segundo ano consecutivo que a RTP recebe este galardão.
A iniciativa destina-se a reconhecer o trabalho das empresas e profissionais que mais se destacaram nas áreas de comunicação, marketing e publicidade.

 

RTP ganha prémio de melhor canal generalista

 

Exporta Fácil recebe homenagem durante Congresso da UPAEP

2017-10-09
Fonte: ECT - Correios do Brasil
Foto por: ECT - Correios do Brasil

A União Postal das Américas, Espanha e Portugal (UPAEP) concedeu aos Correios do Brasil, no passado dia 19 de setembro, uma placa em reconhecimento ao apoio da empresa à disseminação do Exporta Fácil, durante reunião realizada no 23.º Congresso da entidade, na Cidade do México.

De acordo com a UPAEP, a homenagem deve-se aos “extraordinários resultados obtidos pelo serviço”, que permite às micro, pequenas e médias empresas (PME) expandirem a sua base de clientes internacionalmente por meio de uma exportação simplificada e com preços reduzidos.
Além de destacar o êxito do Exporta Fácil no Brasil, a entidade ressaltou o “espírito de cooperação e colaboração dos Correios com os demais países da região”, uma vez que a facilitação do comércio fomenta a inclusão, gerando emprego e renda. (...)

cttads.pt distinguido com PostEurop Inovation Award 2017

2017-10-09
Fonte: CTT - Correios de Portugal
Foto por: CTT - Correios de Portugal

No âmbito da Assembleia Plenária da PostEurop que se realizou ontem em Bucareste, na Roménia, e na qual participaram os representantes dos operadores postais de toda a Europa, os CTT foram distinguidos pela indústria postal europeia com o Posteurop Inovation Award 2017 pela sua solução cttads.pt, prémio este atribuído pela primeira vez este ano para distinguir as empresas postais que mais se destacaram no domínio da inovação em toda a Europa.

Os CTT estão, assim, mais uma vez de parabéns e em particular a alargada equipa coordenada pela Direção de Marketing de Publicidade que soube colocar na liderança da inovação esta solução de criação e gestão de campanhas do portfólio de publicidade, dirigida a pequenas e médias empresas, combinando meios físicos e digitais.
A diretora de Marketing de Correio, Publicidade e Soluções Empresariais dos CTT, Graça Oliveira, recebeu em nome dos CTT e da sua equipa o referido prémio na cerimónia de gala que para o efeito se realizou ontem à (...)

Uma parceria que visa recuperar o brilho dos marcos de correio de Moçambique

2017-10-09
Fonte: Correios de Moçambique
Foto por: Correios de Moçambique

A Empresa Nacional Correios de Moçambique, E.P e a Fundação Sérgio Gago rubricaram, no passado dia 22 de setembro, um memorando de entendimento com o principal objetivo de recuperar os marcos que existem por todo Moçambique, a iniciativa visa preservar este património histórico secular.

Setembro 2017

Angola Cable expõe inovações em São Paulo

2017-10-09
Fonte: Jornal de Angola
Foto por: Angola Cable

A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, dedicada à comercialização de circuitos internacionais de voz e dados por cabos submarinos de fibra óptica, apresentou importantes novidades sobre os seus grandes projetos internacionais de telecomunicação na Futurecom 2017.

Para isso, a empresa contou com um stand de 50 metros quadrados na rua E12 e vai participar num painel dedicado ao tema cabos submarinos. O evento decorreu no Transamérica Expo Center, em São Paulo.
A rede de conectividade internacional da Angola Cables vai estar concluída com a entrada em serviço dos três sistemas submarinos que atravessam o Oceano Atlântico e os seus “datacenters” instalados em Luanda e Fortaleza. Os sistemas submarinos são compostos pelo WACS (West African Cable System), que atualmente conecta 11 países da costa ocidental (...)

Unitel assina acordos para alargar serviços

2017-10-09
Fonte: Jornal de Angola
Foto por: Unitel

A operadora de telecomunicações Unitel estabeleceu em agosto último dois novos acordos de parceria que permitiram alargar os seus serviços para o Burundi e Luxemburgo.

A instituição, em comunicado, indica que a operadora nacional através de um acordo com a operadora Orange fez chegar o serviço de roaming GPRS a Luxemburgo. Com esta parceria, a operadora nacional vai permitir aos seus clientes desfrutarem do serviço pré-pago quando viajarem para este destino europeu. Esta opção junta-se aos serviços de voz pós-pago e de camel pré-pago, também disponíveis em Luxemburgo.
No Burundi, a Unitel reforçou também o sinal do serviço pré-pago tornando-se agora parceira da operadora (...)

Cooperação a longo prazo: TDM-Mcel e EDM formalizam acordo

2017-10-09
Fonte: TDM
Foto por: TDM

As empresas de base tecnológica TDM - Telecomunicações de Moçambique, Mcel -Moçambique Celular e a EDM - Electricidade de Moçambique celebraram, no passado dia 2 de setembro, em Marracuene, na província de Maputo, um Memorando de Entendimento, para promover uma cooperação sustentável de longo prazo.

Com o ato, as partes acordaram desenvolver uma parceria, visando gerar um impacto significativo nas redes de telecomunicações, na inovação tecnológica e em serviços partilhados a beneficiar as três empresas.
Este memorando, com benefícios recíprocos, prevê o desenvolvimento de infraestruturas das telecomunicações em Moçambique, elevação do conhecimento e investimento e nas empresas, partilha de serviços tecnológicos, de formação, de administração e de logística, visando a eficiência operacional e o potenciar de investimentos, bem (...)

MCIC assina protocolo com a CVMóvel para promoção da Morabeza Festival

2017-10-09
Fonte: Governo de Cabo Verde

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) e a CVMóvel assinaram no passado dia 28 de setembro, neste Ministério, um protocolo de parceria, tornando a esta operadora de comunicação, parceiro Gold da Morabeza Festival.

O protocolo vem na sequência do plano de investimentos para o ano 2017/2018, que prevê um festival literário em Cabo Verde, no sentido de unir África, Europa, Ásia lusófona e América latina, através do programa de Promoção Nacional das Artes.
A Morabeza Festival Literário de Cabo Verde, uma iniciativa pioneira em Cabo Verde, prevista para acontecer de 30 de outubro a 5 de novembro, tem como objetivo a promoção da leitura e a escrita criativa.

Setembro 2017

 

Os principais desafios do novo presidente do regulador português das comunicações

2017-10-09
Fonte: Jornal de Negócios/ Expresso
Foto por: ANACOM

A elaboração de parecer, não vinculativo, da compra da dona da TVI pela Altice, a revisão das condições contratuais do serviço universal ou a análise do acesso à rede da Fibroglobal por todos os operadores são alguns dos dossiês que João Cadete de Matos terá em mãos durante o mandato.

Compra da Media Capital pela Altice
Um dos dossiês que o novo presidente da Anacom vai ter em mãos é a análise da compra da Media Capital pela Altice, dona da Meo. Apesar do parecer do regulador das comunicações não ser vinculativo, é obrigatório uma vez que se trata de uma operação de concentração de uma empresa do sector que regula. O parecer da Anacom será enviado à Autoridade da Concorrência que, a par com a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), têm voto decisivo. Revisão das condições do serviço (...)